Domingo, 18 de Março de 2007

Mensagem

Os meus desejos...

 

        Se eu não posso acabar com o teu desgosto e ansiedade...posso e desejo comunicar contigo para juntos(as) procurarmos o melhor caminho para a tua serenidade.

         Se eu não posso apagar a tua mágoa e dor...se não está na minha mão o teu futuro de paz...posso e desejo, se tu quiseres, ser um porto de abrigo.           
        
 Se não posso impedir que vivas triste...desejo oferecer-te a minha mão para te ajudar a levantar. Dar-te o meu apoio e encorajar-te a prosseguir.

         Se não tenho poder para traçar para ti um caminho de felicidade...desejo ajudar-te a encontrar a tua paz e crescimento.
         Se eu não posso salvar esse teu coração ferido pela dor... posso e desejo compreender-te. 

          Mesmo sem te conhecer estou aqui sentindo muita ternura e amizade por ti. Sei o que sentes. Conheço a dor da perda de um filho. 

          É muito sincero o meu objectivo. O que te ofereço é um relacionamento humano, desinteressado e gratuito. Ajudar-te a conseguir viver com Esperança e Sabedoria será para mim a melhor recompensa.

          Rejeita o pensamento: não vale a pena... 

          Participa neste blog ou se preferires escreve para o meu e-mail. 

          Fico à tua espera...

 

                                                      Aida Nuno

 

sinto-me: bem ajudando
publicado por criar e ousar às 19:19
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Luto a 29 de Março de 2007 às 05:26
Olá Aida!

Chorei. Chorei muito lendo seu Blog, mas obrigado por me fazer lembrar que a vida continua. De verdade. Ontem, 28 de março de 2007, passei, e passo por uma dor inexplicável. Meu primo(que era pra mim um irmão que não tive)faleceu com apenas 17 anos devido a uma parada cardíaca. Como disseram, uma criança. Assim como eu, uma criança. Quantos planos...

Obrigado mais uma vez, com certeza voltarei aqui "sempre", para ler tudo novamente.

Obs: Na verdade não sei nem porque escrevi. Tudo no momento é difícil. Queria te dizer que não deixe de escrever, mesmo que não seja nesse Blog. Tenho certeza que você está ajudando muitas pessoas, que na maioria são anônimos, mas que também sentem essa dor inexplicável.

Assim como eu, anônimo.

De criar e ousar a 29 de Março de 2007 às 10:21
Olá minha amiga anónima,

Perder os que nos são queridos é morrer um pouco cada dia. Quando os jovens, por motivos vários, se ausentam do nosso convívio para sempre, fica uma mágoa e revolta tão grandes que só esse tempo que nos acompanha poderá transformar esses sentimentos numa saudade mais serena.
O que nos resta?
Ficarmos cada vez mais humanizados perante o mundo e ao nos debruçarmos sobre ele estar a homenagear aqueles que partiram , para nós, só fisicamente.

Que Deus a acompanhe assim como a esses pais desesperados.

Volte sempre e eu aqui estarei ao vosso dispor em qualquer dos blogs.

Com amizade,

Aida
De A dor de perder um filho a 3 de Fevereiro de 2011 às 11:08
Como eu sei quanto é doloroso perder um filho. Obrigado pela sua mensagem. Voltarei sempre.

Um xi-coração muito apertadinho.

Comentar post

.mais sobre mim

Contacto via e-mail

.posts recentes

. OS NOSSOS FILHOS JÁ NÃO M...

. Coragem

. Meu filho mostra-me o cam...

. Continuo com todos os que...

. Sempre

. Reflexões

. Partilhar

. É preciso ter coragem

. Dia do Pai

. O Natal e a ausência

.favoritos

. E o que Fazer?

. Partilhar

. Aos nossos Filhos

. Valorizando a Vida

. Mensagem

. Os Cristos no Mundo

. Ambição

. Emigrantes

. Afectividade

. A Ausência

.arquivos

. Setembro 2013

. Janeiro 2013

. Outubro 2012

. Maio 2012

. Novembro 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

.tags

. todas as tags

.links

.pesquisar

 
blogs SAPO